sexta-feira, 24 de abril de 2009

MÁSCARAS


Sempre que coloco uma máscara para encobrir minha realidade
Fingindo ser o que não sou,
Fingindo não ser o que sou,
Faço-o para atrair as pessoas
Mas logo descubro que somente atraio outros mascarados,
Afastando as pessoas devido a um estorvo: a máscara.

Faço-o para evitar que os outros vejam minhas fraquezas,
Mas logo descubro que por não verem a minha humanidade,
As pessoas não podem me amar pelo que sou e sim pela máscara.

Faço-o para preservar minhas amizades,
Mas logo descubro que quando perco um amigo, por ter sido autêntico,
Ele realmente não era amigo meu, e sim amigo da máscara.
Faço-o para evitar magoar alguém e por diplomacia,
Mas logo descubro que é a máscara
O que mais magoa as pessoas de quem quero me aproximar.

Faço-o com a certeza de que é o melhor que tenho a fazer para ser amado;
Mas logo descubro o triste paradoxo:
O que mais desejo conseguir com minhas máscaras
É precisamente o que com elas eu impeço que aconteça.

(Gilbert Brenson Lazán)

Um comentário:

Conspicuo08 disse...

Hola Angela.

De vez em quando usamos uma máscara, mas esta em nosso livre albedrío usar ou não máscaras.
Dios te bendiga por siempre.
Atte,
Conspicuo08.