sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

VIBRAÇÕES



por Merit Rabanés

Todos nós, independentemente da religião que temos ou do tempo de que dispomos podemos vibrar pelo bem comum.

Essas vibrações são o nosso desejo intenso pelo bem de alguém ou de algo que determinamos, na hora em que começamos a nos sintonizar com o plano superior. Elas são recolhidas por seres espirituais encarregados de usar essa energia que emanamos, nos diversos casos que lhe são apresentados, tanto individualmente como nos grupos espiritualistas.

Cada colaborador espiritual recebe o nome e o endereço da pessoa necessitada, portanto, os atendimentos são individuais; há sempre um amigo espiritual para cada necessitado. Essa lista vem dos centros espíritas e espiritualistas ou mesmo das casas comuns onde a oração chama a ação eficiente desses seres.

Ensina Bezerra de Menezes:

"O que vemos, então, é um espetáculo grandioso: todo o ambiente se reveste de intensa luz e, ao vibrarem, os vossos pequeninos corações fazem o papel de um refletor e então, iluminando e riscando o espaço vemos luzes das mais variadas tonalidades e intensidades e aqueles colaboradores espirituais, com os braços estendidos para vós, recebem o presente carinhoso do vosso coração para ser levado aos mais distantes setores da Terra, enquanto que ao serem enumeradas as Fraternidades, já então de regresso de suas tarefas, perfilam-se os espíritos à vossa frente, envolvendo-vos na carícia do Amor Fraternal"
Vivência do Espiritismo Religioso, Edgard Armond, Editora Aliança

Alguns se perguntam: “Se o reservatório de energia cósmica é infinito, por que nós, humanos, precisamos fazer esse trabalho de vibrar por outros humanos carentes? Não poderiam os amigos espirituais buscarem diretamente no reservatório, aquilo de que precisam os necessitados?”

Os colaboradores precisam da energia do ser humano para aplicar em outro ser humano o fluído vital de que necessita. Da mesma forma como é necessário um ser humano doar o sangue do mesmo tipo de que o paciente necessita.

No dia-a-dia podemos dispor de alguns minutos para vibrarmos por aqueles que conhecemos e para aqueles de quem os amigos espirituais conhecem a necessidade. Ainda que não estejamos dentro de uma instituição, nosso amor é recolhido por espíritos que estão atentos às orações que costumamos fazer.

Não importa o dia, o local e o tempo. Importante é saber que sua oração é sentida e usada. Importante é saber que sempre somos ouvidos e sentidos e nada do que doamos se perde.

Na próxima vez em que for orar pelo bem comum, procure sentir a luz, o perfume e o calor que o seu próprio amor produzirão. Você viverá numa eterna primavera!

Um comentário:

Abdul disse...

Olá

Fico muito agradecida por ter postado um texto meu em seu maravilhoso blog.

Estudei no Centro Espírita Aprendizes do Evangelho, na capital de São Paulo, onde fica a sede da ALIANÇA ESPÍRITA EVANGÉLICA.

Fiquei muito contente por ter conhecido seu blog.

Beijos

Merit Rabanés (merit.rabanes@terra.com.br)